6 dicas antes de comprar um terreno


A decisão de comprar um terreno é muito importante para a maioria das pessoas, afinal, a pessoa quer que a construção, o espaço, a arquitetura do lugar saia do jeito que ela deseja.

Seja qual for a finalidade, se está à procura de terrenos industriais, para construir ali uma indústria ou se for apenas um terreno residencial, é necessário tomar alguns cuidados na hora da escolha do local.

É necessário analisar cada aspecto para a tomar uma decisão, não escolher o primeiro terreno que viu, analisar pelo menos uns 3, para que tenha com o que comparar e saber se a escolha é válida ou não.

Neste conteúdo vamos falar de algumas dicas antes de comprar um terreno, seja ele para uso comercial ou residencial.


Análise do terreno

O primeiro ponto é analisar o terreno, ou os terrenos, pois como já falamos, é importante que tenha mais de 1 opção para comprar uma à outra.

Se a sua finalidade é para indústria, por exemplo, é necessário procurar por grandes terrenos, analisar o solo do lugar, a estrutura do terreno, se ele comporta o que será construído naquele espaço e se realmente será funcional para o negócio.

Contrate um arquiteto e um engenheiro civil para analisar o local, os profissionais desses segmentos sabem melhor o que o terreno precisa oferecer para que comporte o que é necessário.

Outro ponto importante na análise do terreno, é poder comparar ele com os outros e o valor que está sendo cobrado por ele. Com isso, você vai saber se o valor é justo pelo o que o terreno está oferecendo.


Localização

Esse é um ponto importante independente da finalidade do terreno, a localização deve ser levada em conta de acordo com as necessidades do que será no futuro. Por exemplo, no caso de uma indústria, levar em conta o fácil acesso e o que tem em sua volta facilita a vida dos colaboradores.

Caso for uma casa residencial, também é necessário levar em conta o que tem em sua volta, se tem mercados, restaurantes, comércio, no caso os serviços essenciais que uma pessoa pode precisar no dia a dia.

Em ambos os casos, avaliar o bairro é de extrema importância. Pesquisar sobre a segurança do local, se é um bairro bom para quem mora ou para empresas que ficam naquela região.

É um ponto a ser levado na tomada de decisão, a segurança deve sempre ser levada em conta. Também analisar se o local alaga quando chove, se tem outros fatores que coloquem o local em desvantagem.


Pesquise a imobiliária

Poucas pessoas levam esse ponto em consideração, mas ele deveria ser um dos principais, pois evita dores de cabeça futuras ou até mesmo durante todo o processo.

Pesquisar melhor a imobiliária que está fazendo a venda te dá uma garantia de segurança na compra, pois se ela tiver boas avaliações de pessoas que já compraram imóveis ou terrenos por ela, quer dizer que ela é confiável.

A pior coisa que uma pessoa pode enfrentar é comprar um espaço que não seja bom, ser enganado durante o processo de compra e o terreno obtido não é aquilo que esperava, ter que gastar mais do que planejou para regularizar tudo.

Em casos de imobiliárias responsáveis, elas serão transparentes sobre a situação do terreno, como o solo por exemplo, se ele tem algum problema, se terá algum empecilho no momento de construir etc.

Mas não só no terreno, também em toda a documentação. É de extrema importância que todos os documentos da compra estejam dentro das normas exigidas e tudo regularizado, tanto da parte da imobiliária como da parte do comprador.


Verifique a documentação

A documentação deve estar em dia! Mesmo que seja um terreno novo ou que esteja barato, verificar a documentação deve ser um dos pontos principais também, pois ele estará no seu nome depois do fechamento da compra.

Exija que o vendedor tenha todos os documentos em mãos, inclusive o contrato de venda e analise suas cláusulas. Caso não entenda do assunto, peça orientação a um advogado, ele poderá ajudar com toda a papelada.

É necessário realizar esse processo antes do fechamento da compra, assim caso tenha algo que não esteja de acordo ou algum documento que não esteja regularizado, será resolvido antes de passar para seu nome.


Cheque o zoneamento

Por último, porém não menos importante, saber o zoneamento da região que está pesquisando o terreno.

O zoneamento divide a cidade em áreas e determina o que pode ser construído em cada área. Por exemplo, residências, prédios, indústria, comércio ou zonas mistas.

O zoneamento também define o número de andares que pode ser construído e o quanto pode se ocupar do solo.

Essas informações estão disponíveis na prefeitura ou até mesmo as imobiliárias podem fornecer.


Está procurando um terreno ou um galpão? Acesse o site da Imobiliária La Franzoi - Galpões para alugar.




Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar sua experiência. Ao navegar nesse site, você concorda com a nossaPolítica de Cookies